quinta-feira, 2 de junho de 2011

A complexidade do amor

Existem várias maneiras de se falar de amor. Continuando o tema da postagem anterior, aqui está postado um vídeo como uma bordagem bem diferente... O texto (transcrito abaixo) é uma junção incrível do Poema X de Pablo Neruda e do Under the Harvest Moon de Carl Sandburg. Aproveitem a poesia, seja das palavras, das imagens ou da junção de ambas...
Vídeo postado no PROFESSORTEXTO


Hemos perdido aun este crepúsculo.
Nadie nos vio esta tarde con las manos unidas
mientras la noche azul caía sobre el mundo.

He visto desde mi ventana
la fiesta del poniente en los cerros lejanos.

A veces como una moneda
se encendía un pedazo de sol entre mis manos.

Yo te recordaba con el alma apretada
de esa tristeza que tú me conoces.

Entonces, dónde estabas?
Entre qué gentes?
Diciendo qué palabras?

Bajo aquellas rosas de verano
Cuando el carmesí flagrante
acecha al anochecer de las hojas rojas salvajes.

El amor de pequeñas manos viene y nos toca con mil recuerdos
y hace preguntas hermosas... Sin respuesta.

2 comentários:

professor texto disse...

Bonito é tudo aquilo que não dou conta de ver sozinho. Grato pela transcrição do poema. =)

Elisandra disse...

Nossa depois de ler essa poesia fiquei com gostinho de quero mais.

Será que tem mais poesias desse autor para postar? Amaria le-las.

Vou até recomendá-la para uma amiga minha que fez espanho comigo uns anos atras.

Besos y Abrazos
Elis