segunda-feira, 14 de março de 2011

De porta em porta

O Brasil tem 5.565 cidades. Quantas livrarias? 3 mil. Sim, é muito pouco, e é por esse mesmo motivo que a venda de livros de porta em porta não é coisa do passado. Em 2006, esse mercado representava 5% das vendas de livros. Em 2009, os números já alcançavam 17%. A nova diretoria da Associação Brasileira de Difusão do Livro (ABDL) pretende aproveitar esse contínuo crescimento. "Preparar o mercado para atender à crescente demanda é o nosso maior desafio", disse o diretor geral da Escala e presidente da ABDL Diego Drumond e Lima. Para ler a matéria inteira clique aqui.

Um comentário:

Jonathan Henrique disse...

Um lamentável situação!
Onde moro, por exemplo, não existem lojas especializadas em vender livros. Achamos alguns livros nos grandes supermecados, lojas, revistarias. Mas nada muito completo.
A única maior alternativa é usar a internet.